quinta-feira, 10 de maio de 2012


' Virar a página já não basta. Arranco-as e jogo-as ao vento, não quero nada do passado nas páginas do meu peito.

2 comentários:

  1. Adorei seu blog! Parecido com o meu, mas com um toque de jovialidade delicioso!

    bj grande

    ResponderExcluir